Porto: Café Época

DSC00345

Há cada vez mais vegetarianos na cidade, mas é quase sempre “um pouco mais do mesmo”. Os bufês, as francesinhas vegetarianas, a feijoada de tofu, os “bifes” de seitan, etc, etc. Eu entendo que seja importante para um “novo vegetariano” passar pela fase da substituição das carnes em pratos carnívoros de que gosta, mas acho também um pouco sem sentido (além de o consumo excessivo de soja não ser recomendado). Ser vegetariano, para mim, é saber celebrar as verduras, legumes e leguminosas, ver a alimentação de uma forma diferente, não comer uma coisa fingindo que é outra. Eu não sou vegetariana (mas já fui), justamente porque ainda não consegui mudar a minha mentalidade, o meu paladar. Não sei se algum dia voltarei a sê-lo, mas tento seguir uma alimentação “flexitariana”, ou seja, com base num consumo maior de legumes e no consumo ocasional de carne.

Portanto, gosto de restaurantes vegetarianos que apresentem uma proposta mais em linha com o que escrevi acima – voltados para pratos interessantes e criativos à base de legumes e leguminosas. Quando soube da inauguração do Época, um café vegetariano que só usa ingredientes biológicos, da chef Liliana Alves, tive de ir conhecer.

DSC00350

DSC00351

Eu gosto muito de cafés, restaurantes simples, com menus curtos e sazonais, com foco na produção biológica (orgânica). Inspiram mais confiança, como costumam dizer no Masterchef: “não há onde se esconder”. Bufês sempre me deixam um pouco assoberbada, confusa com a variedade, em geral, desconexa de escolhas.

O Café Época tem um ambiente muito relaxante, é decorado no estilo escandinavo (em linha com a experiência da Liliana que, na Dinamarca, trabalhou na cozinha do Relae) e tem livros de culinária, de viagem para folhear, mais revistas à venda. Há muitos restaurantes e cafés assim hoje em dia, mas o Época tem uma atmosfera especial, típica de um projeto de quem tem paixão pelo que faz, que não está apenas seguindo as tendências atuais para “ganhar dinheiro”. A localização também ajuda: fica situado na Rua do Rosário, uma das minhas preferidas no Porto.

DSC00355DSC00344

Há dois menus: o fixo, na linha “brunch saudável”, com tostas, papas de aveia, granola, etc., e o o menu do dia, que oferece sopa+prato principal (2 opções que variam)+bebida por 6€. O prato principal não é muito grande, mas, combinado com a sopa e uma sobremesa, é mais que suficiente para quem, em geral, segue uma alimentação mais leve e/ou vegetariana.

A sopa de curgete estava uma delícia, ligeira, com o toque super interessante de pedacinhos de limão em conserva (segundo a Liliana, preparados na casa).

DSC00346

Havia duas opções de prato principal: caril de couve com arroz integral e tostas “desconstruídas” com tzatziki e feijões verdes. Escolhi a segunda, pois adoro pratos assim.

DSC00348

A bebida foi uma infusão de especiarias, à temperatura ambiente (como tem de ser, não sei se foi intencional) – faltou a foto. Como quase todo café, o Época vende pastéis, doces e pães (óbvio, na linha mais saudável) – havia uma tarte de cerejas com cobertura de crumble a sair do forno (frutas+crumble+tarte = uma das melhores coisas do mundo), quentinha, que foi a minha sobremesa. A foto desta fatia não faz justiça, estava realmente maravilhosa.

DSC00352

Acho que está óbvio que adorei conhecer o Época. Recomendo e quero voltar assim que possível; possivelmente, para um brunch – quase pedi a tosta de brioche com ricota e frutos vermelhos como sobremesa, mas fica mesmo para próxima.

Café Época

Rua do Rosário, 22

Porto, tel. 913 732 038

Horário de abertura: 09h-18h

 

 

 

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s