A senhora das especiarias

Li este livro há muito, muito tempo (ganhei de aniversário da esquipe de redação da revista onde trabalhava), numa época em que me interessava por alquimias gastronômicas (e agora voltei a me interessar). Não é um livro sobre comida, porém, mas sim uma narrativa de realismo fantástico sobre exílio, imigração na América e – claro – especiarias. Estou relendo.

DSC08980

Apesar de gostar de um bom curry asiático, não tenho (ainda, espero) o dom de combinar especiarias de modo a criar camadas de sabores (este livro está na minha wishlist). Eu me lembro da primeira vez que almocei num restaurante indiano em East Dulwich, Londres, e de ficar intrigada com a complexidade da sobreposição das especiarias, de como era semelhante a uma composição musical, em que tudo se sobressai e amalgama ao mesmo tempo.

O primeiro capítulo de A senhora das especiarias tem o título de “Curcuma”, nomenclatura brasileira de turmeric, em inglês, e de “açafrão-da-índia”, em português europeu. Eu já tive uma relação amor-ódio com essa especiaria, mas hoje em dia prefiro-a ao açafrão (de que, sinceramente, não gosto muito) e uso bastante para cozinhar (gosto muito em doces) e fins medicinais (é um poderoso anti-inflamatório).

Há uma loja aqui no Porto que sempre remete a este livro, a Flor D’Açafrão (Rua de Miguel Bombarda, 321, tel. 22 0930872, 11h-19h), com uma variedade extasiante de especiarias. A mistura de Garam Masala, preparada pela dona, é uma das minhas favoritas.

imgp4577

No sábado de manhã, ao perceber que as ameixinhas que tinha comprado estavam longe de ser as mais doces, resolvi fazer uma geleia. Mais ou menos: 2 xícaras de ameixas picadas, uma xícara de água, uma colher de sopa de sementes de chia, uma colher de sopa de xarope de ácer, uma colher de sopa de açúcar mascavado, uma estrela-de-anis, uma pitada de canela, uma pitada de noz moscada. Deixei cozinhando em fogo brando até os líquidos reduzirem, e as ameixas estarem quase desfeitas, e adicionei ao meu mingau de leite de arroz, aveia e curcuma. Por cima, sementes de girassol tostadas.

DSC08973

Café da manhã que podia ser sobremesa.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s