O humilde ingrediente #3: abobrinha

Curgete, courgette ou abobrinha? Pode-se dizer que “tanto faz”, pois é o mesmo ingrediente, e alguns até a chamam de zucchini, à italiana (embora os italianos a chamem de zucchine). Eu discordo – embora a courgette seja um tipo de abobrinha, não é a mesma coisa. Começando pela casca – a brasileira é verde-clara, a da courgette mais comum aqui na Europa, verde-escura. E acho as texturas ligeiramente diferentes – a daqui, mais firme quando cozida. “Abobrinha italiana” deve ser o mais correto.

A primeira vez que comi zucchine foi em Torino, na minha viagem de mochila pela Europa. Depois de passar várias horas em trânsito ferroviário, cheguei ao centro da cidade cansada e faminta, mas já era quase final de tarde e os restaurantes locais não estavam mais servindo  o almoço. Encontrei um único café com algo que se assemelhava a uma refeição (que não fosse panini ou fatias esquálidas de pizza fria) e a opção disponível era “fusilli con zucchine”. Longe de ser gourmet, foi uma das melhores coisas que já comi na vida. Era uma novidade e eu estava com fome, o que tornou tudo mais saboroso.

Eu geralmente compro courgettes, mas há duas semanas, o meu vizinho me deu duas, das grandes [gigantes], diretamente da horta do nosso condomínio. Uma semana depois, mais duas. Fiquei agradecida, mas ainda não consegui usar tudo. Já fiz sopa, salada julienne com cenoura e pão de courgette, mas é um fruto (sim, fruto, não legume!) que rende. Pelo menos não são pimentões (gosto, mas são tão indigestos e têm um sabor muito dominante)!

DSC08876

Ontem à noite, apesar do calor sufocante, resolvi fazer um risoto de courgette, ervilhas e açafrão-da-terra (curcuma), com camarões-tigre em cima (fiz um fundo com as cascas e as cabeças, no qual cozinhei o risoto). Camarões e courgette é uma combinação clássica, que dá super certo.

DSC08881

Olhando para os restos da courgette hoje, cortei mais uns cubinhos e o almoço foi espaguete integral com courgette salteada no azeite com alho e pesto de castanhas-do-pará, manjericão e salsinha. Um pouco como o prato que comi em Torino.

DSC08885

A vantagem da courgette é ser um ingrediente versátil, de sabor bastante neutro. Ela também pode ser usada em bolos, para garantir a umidade de forma menos calórica (provavelmente o uso da minha última courgette).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s